quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Mandamento da Deusa

Eu, que sou a beleza do verde sobre a Terra, da Lua branca entre as estrelas,
do mistérios das águas e do desejo do coração dos homens, falo à tua alma:
desperta e vem a mim, pois, sou Eu a alma da própria natureza, que dá a vida ao universo.

De mim nasceram todas as coisas e a mim, tudo retorna.

Ante meu rosto, venerado pelos Deuses e pelos homens, deixa tua essência se fundir em êxtase ao infinito.

Para me servires, abra teu coração à alegria, pois, vê: todo ato de amor e prazer é um ritual para mim.

Cultive em tua alma a beleza e a força, o poder e a compreensão, a honra e a humildade, a alegria e o respeito.

E a ti, que buscas me conhecer, eu digo: tua busca e teu anseio de nada te servirão sem o conhecimento do mistério de que se aquilo o que procuras não encontrares dentro de ti mesmo, jamais o encontrarás fora de ti. Pois, vê, sempre estive contigo - desde o começo - e sou aquilo que se alcança além do desejo.

(Doreen Valiente)


0 comentários:

Postar um comentário