sábado, 20 de agosto de 2011

Projeção Astral

Hi pessoas!
I would like to thank all the readers of the United States and all other countries that are ever present here in the Shrine, always leaving warm fuzzies! Thank you for the affection and attention of everyone ... I hope you keep reading theaccompanying our beautiful sanctuary, and if in doubt get in touch, give your opinion, it is very important to me! I would ask also dearly only if you say which country they are so I can better identify and read the comments, ok?! A big kiss and a hug to all ...

Como vocês estão? Saudades!

A florzinha do meu jardim está cada dia mais linda e esperta, já ta na sopinha! Aqui a foto da primeira sopinha dela: (simplesmente linda!)



Bem, conforme o pedido do Gabriel hoje vou falar sobre projeção astral, um assunto muito interessante, então vamos a ele!

Projeção Astral

Primeiramente acho importante algumas definições.

O que é alma e o que é espírito?

A alma é o seu “eu interior” é nela que se encontram seus conceitos de “bem” e “mal”, ética, consciência, caráter, enfim, ela quem dita – ou deveria ditar – nossas atitudes. Já o espírito é o seu “eu imaterial” ou como pregam em algumas religiões, seu “corpo astral”, é ela quem sobra quando nosso corpo material perece, para uma futura encarnação.
Muitas dos conceitos de nossa alma ficam impressas em nosso espírito. Quando faz parte de nosso aprendizado, que carregamos para nossas vidas futuras.

Quantos corpos temos?

Temos nosso corpo físico, esse tangível que habita o plano físico. Corpo astral que circula pelo plano imaterial. Corpo mental que habita o plano onde surgem as idéias. O corpo emocional, etérico ou vital, onde moram nossas emoções, nossos instintos primordiais. Corpo Causal é aquele que regula o corpo emocional (sabe quando te dá aquela vontade de pular no pescoço de alguém, mas você respira fundo e não faz... então, culpa do corpo causal). Corpo Espiritual também conhecido como consciência é onde moram os transtornos a subjetividade, onde nos programamos. E por fim, corpo búdico é onde ocorre nossa interação com o divino, os budistas afirmam que está no alto da cabeça (Chácra Coroa - SAHASRARA).

Quanto aos planos, nós bruxinhos inteligentes e estudiosos, sabemos que existem uma infinidade deles, alguns habitados por humanos, outros não - Os reinos da Água, do Ar, do Fogo e da Terra fazem parte desses planos não habitados por humanos. Sabemos também, que todos esses planos comunicam-se entre si, funciona como na Teoria dos Três poderes1.

1. A Teoria dos Três Poderes (legislativo, executivo e judiciário) foi consagrada pelo pensador francês Montesquieu. Baseando-se na obra Política, do filósofo Aristóteles, e na obra Segundo Tratado do Governo Civil, publicada por John Locke, Montesquieu escreveu a obra O Espírito das Leis, traçando parâmetros fundamentais da organização política liberal.
O filósofo iluminista foi o responsável por explicar, sistematizar e ampliar a divisão dos poderes que fora anteriormente estabelecida por Locke. Montesquieu acreditava também que, para afastar governos absolutistas e evitar a produção de normas tirânicas, seria fundamental estabelecer a autonomia e os limites de cada poder. Criou-se, assim, o sistema de freios e contrapesos, o qual consiste na contenção do poder pelo poder, ou seja, cada poder deve ser autônomo e exercer determinada função, porém o exercício desta função deve ser controlado pelos outros poderes. Assim, pode-se dizer que os poderes são independentes, porém harmônicos entre si.

Projeção astral, desdobramento ou viagem astral nada mais é que uma interação com esses outros planos (P.S.: essa definição é pessoal). Essa interação pode se dar apenas com contatos diretos com seus habitantes, suas criaturas, suas paisagens ou algum tipo de situação.
É eu sei, ficou meio difícil de entender! Vou explicar melhor!

Quando você interage com uma salamandra ou qualquer outro Elemental, quando você se comunica com um totem (espírito de um leão, coruja, águia, urso etc...), ou nas vezes que nós sonhamos com lugares os quais nunca visitamos; outras vezes temos o tal dejavu, tudo isso é considerado interação entre planos.

Quem pode fazer viagem astral?

Qualquer um! De uma maneira genérica, todos nós temos essa capacidade, até porque quando morremos fazemos uma “visitinha” a eles de acordo com nossa evolução.
É correto afirmar que uns tem mais facilidades que outros! Isso se deve ao grau de evolução espiritual de cada um, mas isso eu vou explicar um pouco mais a frente.

Bem, eu acho mais fácil de entendermos a magia, quando pensamos como se estivéssemos numa escola, onde cada matéria é dada de acordo com seu ciclo de aprendizado. Pense, quando você começou a estudar a magia, você tinha a vontade, mas só conhecia o que Walt Disney contava em seus filmes, depois você se dispôs a procurar mais e mais. Avalie agora o que você sabia há 3 anos atrás e o que você sabe agora! Viu só! Agora acho que está conseguindo entender melhor né?!

Quando encarnamos pela primeira vez, viemos como seres vivos primitivos, até que chegamos a ser humanos e só poderemos nos juntar ao Deus e a Deusa quando nos tornarmos plenos. Até lá muita coisa “vai rolar”, temos que aprender tanto!

Hyvi, agora que eu já sei isso tudo, como eu faço para ter uma viagem astral?

Vamos com calma pequeno gafanhoto! Primeiro vamos a um teste simples, fique um minuto sem pensar em nada! Conseguiu?

Se conseguiu, parabéns! Você é uma daquelas pessoas que tem facilidade de “desligar” o seu “eu consciente”. Mas se você não conseguiu parabéns! Você faz parte da maioria!

A viagem astral é obtida por estados alterados de consciência e percepção. Antigos xamãs tomavam alucinógenos para conseguir atingir esse estado. Como nós somos wiccanos fofinhos, sabemos que isso para nós, NÃO PODE!

Então como eu consigo?

Calma! Vou explicar e ensinar! Ok?!

Hoje a gente sempre ouve falar muito na importância de uma postura e na respiração correta, consequentemente, em meditação. Essas são técnicas simples e que conseguem fazer com que consigamos atingir esse estado alterado de consciência necessário. Também podemos obtê-lo com movimentos repetitivos como fazer crochê e tricô, recitar uma frase, observar seu reflexo no espelho de metal ou de água, observar a chama de uma vela, a fumaça de um incenso...

Mas para falar em viagem astral, ainda ficaram alguns assuntos pendentes!

Como falei acima, algumas pessoas tem mais facilidade de conseguir atingir esse estado isso se deve a facilidade de conseguir “desligar-se” de conceitos entranhados em nosso consciente, essa nossa mania de sempre ter razão, de achar e pensar sobre tudo, e começar a prestar mais atenção em coisas que não sabemos, ao invés de ignorá-las, questioná-las e encontrar respostas que o satisfaçam.

É importante que saibam que esse esforço é um exercício diário de aprimoramento pessoal. Que para conseguir realizar com sucesso uma projeção astral você deve apenas existir, mantendo a mente num estado consciente, mas livre desse tais conceitos. Você pode treinar com a meditação, e dessa forma conseguir atingir seu objetivo.

Outra técnica interessante é a dos sonhos. Nós, bruxinhos espertos e estudiosos que somos, já sabemos que conseguimos atingir esse estado sempre que conseguimos chegar ao dito sono R.E.M 2 (o difícil é manter a mente em seu estado consciente sem acordar). Nesse estágio você pode acessar situações passadas, presentes, futuras e em casos mais avançados infligir ataques psíquicos a possíveis rivais.

2. O sono R.E.M., ou rapid eye movement (movimento rápido dos olhos), é a fase do sono na qual ocorrem os sonhos mais vívidos. Durante esta fase, os olhos movem-se rapidamente e a atividade cerebral é similar àquela que se passa nas horas em que se está acordado. As pessoas acordadas durante o sono REM, normalmente, sentem-se alertas, com maior índice de atenção e refrescadas, ou mais dispostas e prontas para a atividade normal. Os movimentos dos olhos associados ao REM são gerados pelo NGL (ver versão inglesa) do Tálamo e associados a ondas occipitais. Durante o sono REM o tônus muscular da pessoa diminui consideravelmente.

Alguns estudiosos afirmam que quando conseguirmos atingir esse estado “alfa” nosso corpo astral se levanta e sai, enquanto nosso corpo material permanece inerte, a única coisa que nos possibilita voltar é um fio de energia, que se for rompido faz com que a pessoa fique vagando para sempre no vácuo. Por isso essa técnica precisa ser muito planejada.

Agora, vamos então aos finalmente! Vou falar um pouco das duas técnicas!

Quando pensamos em meditação, a primeira coisa que temos que ter em mente é a nossa respiração, o modo correto de respirar é inalando o ar pelo nariz, enchendo o diafragma, prendendo o ar por alguns instantes e solta-lo pela boca, recomendo que você se sente confortavelmente e repita isso por 5 minutos, todos os dias durante uma semana. E vá aumentando o tempo gradativamente. Essa semana você fez por 5 minutos, semana que vem 10 minutos e assim por diante.

Fazendo a respiração correta, você irá começar notar algumas alterações enquanto o faz, os sintomas podem variar de formigação, frio, sono... não tem problema, é isso mesmo que a gente quer. No dia em que você escolheu para concretizar a viagem astral tenha em mente que é isso que você quer e se concentre nesse objetivo, e depois acomode-se de forma confortável e comece a fazer sua respiração, depois de um tempo você começará a sentir suas mãos formigando, continue, lembre-se de que sua mente deve estar consciente, porém vazia, qualquer pensamento irá fazer com que todo seu esforço seja em vão. Logo você começará sentir seus braços, suas pernas, formigando e essa sensação irá se estender ao seu corpo inteiro. Abra seus olhos. Se você não conseguiu se desprender de seu corpo físico, ok! Tente outro dia, essas tentativas são muito exaustivas e por isso recomendo que sejam feitas uma vez ao dia. Se você conseguiu se desprender, beleza a primeira vez ande somente pelo seu quarto3, não se distancie de seu corpo físico. A medida que conseguir fazer com mais facilidade, vá também aumentando seu perímetro de visitação. Fique uma semana andando pelo seu quarto, depois ande pela sua casa, depois pelo seu bairro... mas tome cuidado para não ir muito longe.

3. É importante que na sua primeira experiência permaneça em um local que você conheça e domine, seu território, caso aconteça algo inesperado você saberá como se proteger e se for o caso fica mais fácil até mesmo, voltar ao seu corpo. Lembre-se que quando você se abre, conhece e visita outros planos, seus habitantes também passam a conhecê-lo, percebê-lo e visitá-lo – nem sempre são criaturas amistosas – então, todo cuidado é pouco.

Uma precaução muito importante é a que ninguém te acorde abruptamente, pois seu corpo astral será sugado para seu corpo físico com tal violência que pode causar algum dano ou desconforto.
Caso queira ver alguma situação (roubo, perda de objetos, ver algum evento futuro), se concentre nisso e certamente você irá ver que o roubou ou se determinada escolha lhe trará consequências desagradáveis.

A técnica do sono é muito antiga e praticada principalmente por xamãs, na Europa começou a ser mais praticada na época da “Santa” inquisição. Ela consiste em manter a mente consciente durante o sonho, a fim de dominá-lo.

Como fazer isso? Simples! Quando você estiver sonhando concentre-se em algum objeto simples, eu indico que você olhe para suas mãos. Nos primeiros você deve observar o cenário e sempre que ele começar a fugir olhe para suas mãos, no início isso será quase impossível, nada que um bom treino não melhore.

Quando o cenário começar a ficar mais estável, concentre- se nos detalhes, cores, aromas, todas coisas que se apresentarem a você, sempre que começar a sumir o cenário, olhe para suas mãos. Quando você já conseguir manter o cenário com os detalhes tranquilamente, pode começar a visitar pessoas ou outros lugares, é só se concentrar antes de dormir em seu objetivo e assim que começar a sonhar pense nesse objetivo, o mesmo deve ser feito para saber de situações obscuras passadas, futuras ou presentes.

Não se esqueça de quando terminar anotar tudo sem seu livro espelho, em ambas as técnicas. Você pode tentar fazer as duas, é interessante saber com qual você se identifica mais. Garanto que será proveitoso!

Bem meus queridos eu vou ficando por aqui, e sempre que der vou escrever algo. Em caso de dúvidas ou sugestão não esqueçam que vocês podem me mandar um e-mail (hevelynw@gamail.com ou santuáriowicca@gmail.com) ou deixar uma mensagem aqui mesmo!

Um grande abraço e bênçãos a todos!

2 comentários:

Postar um comentário