quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Para refletir e praticar...

Olá meus amigos e leitores!

Mais uma noite, mais um post! Bem... esse post é bem legal, pois foi um texto que li numa revista hoje, quando estava esperando para fazer uma entrevista de emprego, peguei uma revista que estava jogada lá, e o encontrei. Após terminar de ler fiquei estarrecida, pois ele fala tudo o que eu tentei passar com o post d ontem...

Por isso, já de ante-mão quero agradecer a menina que me fez a entrevista por ter tido a gentileza de ceder a folha da revista para que eu pudesse reproduzi-lo aqui! Obriga de coração!

Esse texto foi publicado na revista Viva Mais em fevereiro de 2009.

A poderosa técnica “Olhar no Espelho”

Todos desejamos nos relacionar bem com os outros, em qualquer setor de nossas vidas. Afinal, é a qualidade de nossos relacionamentos que se baseia a conquista de nossa felicidade. Sem tal expertise, você esbarra em desentendimentos, mal-entendidos, distorções da realidade. Cria situações equivocadas, de resultados desagradáveis.

Além disso, aprender a lidar bem como próximo é saber lidar consigo mesmo de forma objetiva e verdadeira. É como se você se colocasse diante de um espelho, que, além de refletir sua forma física, mostrasse também seu mundo interior.

Viciado em olhar para fora, talvez você não saiba como fazer isso. Mas não é difícil e sempre há tempo de começar. O primeiro passo? Feche os olhos para o mundo exterior. Ignore os pensamentos que surgirem e procure mergulhar fundo no que sente. Se algum pensamento intervir, mande-o embora. Com um pouco de treinamento você vai conseguir.

É nesse momento que irá ligar-se com seu interior, tomando consciência do que seu espírito precisa para ficar bem. Quais as aspirações ele trouxe para esta vida, quais os fatores são importantes para seu progresso. Inclusive, revela a sua vocação que, se respeitada, lhe trará prosperidade e realização profissional.

O espírito possui dentro de si todos os elementos que precisa para progredir nesta vida. Se bem utilizados, proporcionarão experiências muito ricas de amadurecimento interior – sem necessidade de sofrimento para o crescimento espiritual.

Mas atenção à diferença que há entre o que pensamos e o que sentimos! Nosso pensamento reflete crenças aprendidas (quase sempre erradas!), veiculadas conforme a cultura do país. São passadas de pais para filhos ou ministradas por professores. Sem nenhuma comprovação, nenhuma delas resistiria a uma análise mais apurada. Assim, o tempo se encarrega de desmenti-las.

Já quando buscamos os nossos sentimentos, estamos percebendo o que somos. Nesse momento, nossos medos aparecem com nitidez e precisamos enfrentá-los. O fato de ignorarmos o nosso espírito nos faz temer a morte, limita nossa ousadia, apaga nossa luz, coloca-nos na mediocridade e na depressão.

Entretanto, se buscarmos ir mais fundo em nossos sentimentos, vamos conhecer nosso lado verdadeiro. Aquele espaço onde desejamos o melhor, amamos a beleza, a harmonia, a paz. Desejamos querer bem e ser queridos. Aprofundando-nos mais, chegamos ao nosso lado ético, iluminado, onde reflete a essência divina. Então experimentaremos um enorme respeito pelo próximo, pela vida, pela natureza e desejaremos participar ativamente de tudo que proporcione não só nosso bem-estar, mas também o do próximo.

Se você perseverar nesse exercício, vai chegar a um ponto de equilíbrio mais eficiente. Muda a sua maneira de olhar os fatos do dia a dia, agir de forma diferente do que fazia. Isso melhorará o resultado de todos os acontecimentos de sua vida.

Sua intuição ficará mais clara, levando-o a perceber com mais facilidade como se relacionar com os outros. Acautelando-se quanto aos pontos fracos ou confiando mais em quem merece, terá sucesso em todos os seus relacionamentos.

Vivenciando seus medos, você lhe dará provas dos valores eternos do espírito.

Para obter isso tudo, autoconhecimento é fundamental. Você precisará querer valorizar seu universo interior, libertar-se das convenções do mundo, abrir as portas do seu espírito. Tudo isso para afinal, permitir que aflore todas as qualidades que ele possui, expressando-se em toda sua força, beleza e luz.

(Zíbia Gasparetto)


Bem, depois disso nem tenho mais nada o que dizer!

Fiquem com os Deuses e abençoados sejam....



0 comentários:

Postar um comentário