segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Refexões da Hyvi....

Esse meu poste não tem muito a ver com os “mandamentos” pagãos... mas tem haver comigo, eu como vocês fazem parte da minha vida, gostaria de compartilhar esses pensamentos que me rondam...

Li no blog A Cela um comentário que impactou muito em minha vida: “A religião certa é aquela que nos torna seres humanos melhores”. Depois disto, fiz uma reflexão sobre minhas atitudes antes e depois de começar a levar o paganismo a sério!

Atitudes extremadas e impensadas fazem parte de meu currículo, e por isso pago um preço justo... ainda hoje, e justamente com aqueles que mais amo, mas como disse antes: PAGO UM PREÇO JUSTO.

O amor e a confiança são dádivas dadas a nós por aqueles que nos amam e a única coisa que nos pedem e que não frustremos suas expectativas, tarefa difícil não?!?!?! Erros, tropeços, e quedas fazem parte de nossa natureza humana e cheia de falhas, recaídas também, porém nada disso são justificativas para a decepção que causamos naqueles que nos protegem e sempre querem “livrar-nos” da vida!

O mais interessante é que: quando chegamos ao fundo do poço, essas mesmas pessoas que outrora machucamos e magoamos nos estendem a mão e, aí percebemos o quanto fomos injustos, egoístas e mesquinhos! A pergunta fundamental que devemos nos fazer é a seguinte: o que você irá fazer com essa nova oportunidade?

Existem pessoas que simplesmente ignoram isso, como se fosse obrigação do outro nos ajudar, não reconhecendo seus erros e voltando a cometê-los. Pessoas sábias aproveitam essa oportunidade e tenta consertar tudo que em algum momento foi destruído.

Quem disse que novas fundações são necessárias para uma obra perfeita?!

A vida é exatamente isso e o sentido dela está nesses novos começos. Começar-mos hoje e agora é necessário, e sábio!

As críticas?! É... eu, particularmente, não sabia como lidar com elas... mas hoje, vejo que também são necessárias, e não há nada melhor olhar para pessoa que hoje lhe aponta uma falha, amanhã, vê-la reconhecer que você evoluiu, ou mesmo que não admitam, mas que você e perceba em seu olhar, que é isso que passa por sua cabeça naquele momento! Gente, posso lhes garantir que realmente não há nada melhor!!!

Admito-lhes que há alguns anos chacoteei pessoas por serem cristãs, macumbeiras e essas coisas... hoje sei que a fé não é só uma questão de escolha, é também, de preparo! Não aponto ou julgo aqueles que acham importante seguir e APLICAR em suas vidas as coisas que Jesus disse há mais de 2000 anos atrás. Eu respeito aquele homem como o grande ser humano, que ele foi. Acho até irônico pessoas que seguem a bíblia, um livro “editado” por um dos maiores pagãos que já existiram, Constantino. Mas isso não é uma crítica... é apenas um comentário.

Apontar falhas nos outros é muito fácil! Existe uma parábola (ou algo do tipo) que diz que quando viemos ao mundo trazemos 2 malas, uma na frente e outra atrás de nós, na nossa frente vemos a nossa e a que está atrás da pessoa que está na nossa frente. Mas não conseguimos ver a nossa! Essas malas representam nossos defeitos e qualidades. Nossos defeitos ficam atrás de nós e não conseguimos enxergá-los, só conseguimos ver os das pessoas que se encontram em nossa frente.

Não sou hipócrita em dizer nunca cometi tais erros, sou um ser humano como qualquer outro, mas olhando para trás vejo o quanto evolui desde que comecei a levar a sério minha religião.

Lembro-me da época em que comecei a cogitar a idéia de ser paganista, e sentia que eu não era nada além de uma “entrujona”, para mim ser “PAGÃO” era algo sei lá especial, cheios de mistérios e segredos. Não me sentia digna de tais conhecimentos. Nunca senti orgulho do meu passado, mas também não sinto vergonha.

Hoje um rapaz entra no meu blog e fala que tem orgulho por eu fazer parte do Paganismo, e tenho mais de 2.000 acessos. Sinto que a minha vida, o que eu penso e o que escrevo importa na vida das pessoas. Vocês querem me ouvir!

Não há palavras no mundo para descrever o que sinto, “logo eu que sempre achei legal ser tão errado” como diria aquela letra do Charlie Brown; sempre senti orgulho dos meus defeitos, mas nunca de mim... E hoje que faço parte da vida de todos vocês, tanto quanto vocês fazem da minha!

Obrigada meus Deuses por dar-me sabedoria para encarar a vida, por ser reconhecida, e por todas essas coisas lindas que estão acontecendo! Obrigada a todos por tudo!

4 comentários:

Postar um comentário