quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Falando de Sono e Sonhos...

Ai, gente! Que preguicinha!!

Aqui em Nity choveu o dia inteiro! Ainda estou resfriada e por isso, tive uma noite super mal dormida... acordei cedo e não tive tempo de tirar um cochilinho, resumindo, meus olhos pesam!!!!

Mas não poderia deixar que meu blog ficasse assim, à mingua, sem nenhuma postagem hoje! Aí juntei o útil ao agradável! Vou falar de SONO rssss... é isso mesmo! SONO!!

Eu já comentei aqui no meu blog que a nossa casa é o nosso templo, nada tão natural quanto a valorização do cômodo onde passamos a maior parte de nossas vidas: o quarto.

Eu, por exemplo, não consigo dormir de luz acesa (e mesmo quando estou dormindo, se ascenderem, acordo na mesma hora). Quando durmo, meu quarto está um breu, quando acordo, os raios do sol estão invadindo meu quarto. Isso é um aspecto mágico desse cômodo. Ambíguo e cheio de mistérios... imagine, quantas coisas já fez, disse; quantos sentimentos expressou dentro dele. Dizem que nosso maior conselheiro é o nosso travesseiro. (e talvez, seja!)

Os sonhos permanecem um mistério para a ciência. Em São Paulo existe a “Clínica do Sono” que estuda as reações vitais, durante o sono. É super interessante, mas isso só demonstra o quão mágico e misterioso esse assunto permanece, mesmo no século XXI.

Para nós... isso é maravilhoso!!!!!!
Quanto mais misterioso, mais mágico!!!!


Antigos xamãs utilizavam-se desse “instrumento” para consultar o passado; prever o futuro; conectar-se às Deidades, totens, espíritos guardiões e forças da natureza; curar; proteger; aprisionar almas e até mesmo, matar. Isto tudo, porque eles conseguiam controlar e manipular essa dimensão.

Existem infinidades de feitiços envolvendo os sonhos e o sono. Mantras entoados para induzir a sonolência e os sonhos proféticos. E até mesmo técnicas de controle sobre os sonhos, como os xamãs faziam anteriormente. (Desculpem-me galera, não vou ensinar, pois não quero ser responsável por nenhuma atitude de vocês, I’m sorry!!)

Na Wicca acreditamos em três tipos de sonhos:

Sonho do subconsciente: é aquele biológico, resultado das sinapses cerebrais ocorridas em um dado período.

Viagem astral: quando há o desdobramento, ou seja, quando sua alma se separa de seu corpo (se tornando corpo astral), e visita lugares terrenos ou pessoas encarnadas.

Viagem espiritual: muito semelhante a anterior, mas essas visitas se dão no plano espiritual, no universo paralelo, aonde vamos quando nosso corpo fenece.

P.S.: Algumas pessoas acreditam que as viagens astrais são exatamente o mesmo das viagens espirituais... eu não penso assim, então, fica ao seu critério!

Quando os reconhecemos?

Simples, quando sua mente forma imagens e situações sem nexo, com certeza você está tendo um sonho do subconsciente. Mas quando as situações seguem uma ordem lógica... então pode se tratar de uma viagem astral ou espiritual.

Um exemplo que aconteceu esses dias, foi o seguinte: eu há algum tempo havia comentado com o meu noivo sobre um casal de amigos da minha mãe e o quanto eu amava eles, comentei também da morte trágica e prematura do marido dessa amiga da minha mãe... disse a meu noivo que eu nutria por ele um enorme sentimento, que para mim ele era como um pai, que poucas pessoas no mundo eu respeitara tanto quanto ele. Um belo dia, minha mãe acorda assustada, dizendo que havia sonhado com esse amigo dela, que ele me havia mandado um recado, que ele não sabia o quanto eu o amava, que ficava muito feliz por isso, e que também me amava como uma filha! Gente! Quando a minha mãe me falou isso gelei na hora, eu não havia comentado isso com ninguém, exceto com meu noivo, um dia na casa dele... mas mesmo assim, me senti lisonjeada!

Isso que a minha mãe teve foi uma viagem espiritual.

Bem, saindo um pouco da esfera da espiritualidade, vamos falar agora dos aspectos físicos interessantes para termos noites de sono bem dormidas.

Colchões de água, induzem sonhos proféticos e ao amor. (deve ser por isso que alguns motéis europeus e americanos os têm) Primeiramente foram utilizados os colchões de capins e plantas. Os colchões de penas de perdizes curavam as pessoas que dormiam sobre ele, os de penas de pombo trariam pesadelos, enquanto as solas dos chinelos não fossem virados para cima, em certas localidades eles nunca eram utilizados, porque traziam azar. No geral, os colchões de penas eram utilizados como proteção contra relâmpagos. Ambas tradições (de ervas e penas) hoje, permanecem nos travesseiros.

Para tornar os colchões mais planos, vire-os no quarto minguante, entre as Luas Cheia e Nova.

Se o seu piso for assoalho (tábua corrida), certifique-se de que sua cama está paralela ao sentido das tábuas no chão. Para que as energias não encontrem obstáculos na hora de fluírem.

Os chineses acreditavam que caibros acima da cama, poderiam trazer insônia e pesadelos. Caso você esteja passando por isso, mude a cama de posição, ou ainda, coloque um espelho sobre a viga, ou sobre o teto. Se você não gosta de espelhos, pendure duas flautas ocas ou pedaços de bambu, com as extremidades abertas, para ajudar essas energias a escoarem.

O Norte é a fonte da energia mágica, se você dormir com a cabeça voltada para essa direção, aumentará a estabilidade, tranquilidade, prosperidade e cura.

O Leste é a fonte da religiosidade, dormindo nessa direção aumentarão sua inteligência, intuição e liberdade de pensamento.

O Oeste é recomendado para artistas, poetas ou qualquer um que trabalhe com a criatividade, também recomendado para àqueles que queiram trabalhar com a magia dos sonhos, aumenta a mediunidade, a sensitividade de todos os tipos, amor, e espiritualidade.

O Sul é fonte de maus presságio, traz a fadiga, enfermidade e provoca insônia.

Caso a cabeceira de sua cama seja voltada para o sul, coloque um espelhinho na direção oposta, isso anulará os efeitos dessa direção.

Dê preferência aos edredons e colchas feitos à mão. Estampas de ervas e flores trazem boa fortuna. Evite estampados quadrados e cores fortes, pois atrapalham o sono. Diz a tradição que os sonhos bons ou ruins, ocorridos quando dormimos a primeira vez com a roupa de cama, pode se realizar.

Você sabia que a sua pia e sua mesa de jantar podem interferir no seu sono?

Ééé... pois é! Pode sim! Antes de ir deitar-se verifique se ambas estão limpas, pois ali estão contidas as energias de “restos”, além do mais se você for uma pessoa neurótica por limpeza como eu, poderá passar a noite pensando na louça que terá de “enfrentar” pela manhã!

Bem meus queridos... esse assunto é longo! Amanhã retornarei a ele!

Espero que tenham gostado!


Bênçãos e beijinhos




5 comentários:

Postar um comentário